Federal Reserve americano frustra investidores e Ibovespa cai -0,94%

0
414
A economia americana, segundo Powell, deve se concentrar no consumo interno, e não na produção industrial ou exportações. Isso se deve às incertezas que o coronavírus trouxe ao mercado mundial
Jerome Powell, fez um esperado pronunciamento sobre os próximos passos do FED nessa quarta-feira (29)

Influenciado pelo pronunciamento do Federal Reserve americano, o Ibovespa fechou em baixa de -0,94% e abaixo dos 116 mil pontos nessa quarta-feira (29). O volume de negócios chegou a R$ 19,82 bilhões.

Ao mesmo tempo que a movimentação a política monetária americana anunciada pelo Comitê Federal de Mercado Aberto dos EUA, que manteve as taxas de juros do país entre 1,5% e 1,75% ao ano, houve também a maior valorização do dólar comercial em relação ao real registrada em dois meses.

Assim, a moeda americana marcou R$4,240, seu maior patamar desde 29 de novembro de 2019. Enquanto isso, o dólar futuro negociado na B3 e de maior liquidez havia valorizado 0,68% e registrou R$4,224.

Pronunciamento do Fed

O aguardado pronunciamento nacional do presidente do Federal Reserve Americano, Jerome Powell atraiu atenção de investidores do mercado de ações do mundo inteiro. No entanto, a decisão de manter a taxa de juros no mesmo patamar frustrou investidores internacionais que esperavam mais ousadia.

.

Der acordo com ele, o mercado de trabalho americano se encontra forte, e que foram criados diversos postos de trabalho, o que diminuiu a taxa de desemprego registrada anteriormente.

Contudo, com sua produção industrial e exportações abaixo do esperado, a economia americana deve se concentrar no consumo interno. Ainda segundo Powell, muitas das incertezas do mercado mundial se devem aos desdobramentos do coronavírus, e isso influenciou na decisão do valor das taxas de juros.

Casos suspeitos

A fala de Powell demonstra que o coronavírus deve continuar a ditar o sobe e desce das bolsas ao redor do mundo. Em novo anuncio oficial, o governo chinês subiu para seis mil infectados pela doença. Desses, 132 vieram a falecer em decorrência do coronavírus.

Por fim, a expectativa do ibovespa e dos investidores agora é sobre o anuncio do Copom na próxima semana e a manutenção ou não da taxa de juros brasileira.