Análise Swot – entenda como aplicar em sua empresa

0
139
No caminho do avanço tecnológico, as empresas também precisam acompanhar os novos formatos da operação
É possível manter um negócio linear, o que é uma grande vantagem, além de maior flexibilidade, resultando no benefício do faturamento recorrente

Qualquer gestor que preza pelo desenvolvimento de sua empresa precisa ter uma visão estratégica e, sempre, fazer bom planejamento. Somado a isso, conhecer o mercado e ter metas estabelecidas também é fundamental.

Para ajudar em tudo isso há estratégias de gestão empresarial. Uma delas permite saber sobre os pontos fortes e negativos, por meio da análise Swot. Mas, você sabe o que significa e como aplicá-la na sua empresa? Neste artigo explicaremos. Confira!

Definição de Swot e origem

Swot nada mais é que uma sigla da composição de quatro palavras em inglês: strengths (forças), weaknesses (fraquezas), opportunities (oportunidades) e threats (ameaças). Podemos chamar a estratégia como matriz FOFA, com as iniciais das palavras em português. 

  • DICA: Para fazer boa gestão empresarial é preciso investir em tecnologia. Conheça as vantagens do sistema ERP online

A estratégia de gestão foi desenvolvida por Albert Humphrey, na década de 1960. Ele liderou na Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, uma pesquisa que analisou e cruzou os dados das 500 maiores corporações na época, de acordo com a revista Fortune. 

Para fazer o cruzamento dos dados, utilizou um método que, por conseguinte, passou a ser usado por todas as grandes empresas para elaborar suas estratégias. A análise Swot nada mais é do uma ferramenta simples que pode ser utilizada para qualquer cenário ou ambiente.

Depois de sua criação, a Análise Swot passou por muitas reformulações para que pudesse se adaptar a cada projeto e suas necessidades. Por ser simples e rápido de aplicar, se tornou popular. Até porque contribui de forma efetiva para o planejamento.

Qual o propósito da análise Swot?

A análise proporciona um diagnóstico completo da situação da empresa e dos ambientes que estão no seu entorno, de maneira que ajude a correr menos riscos e aproveitar as oportunidades.

As palavras mostram quais análises devem ser feitas. A análise interna da empresa é feita por meio das forças e fraquezas. Isso quer dizer que deve-se identificar o que está dando certo e o que precisa ser melhorado pela própria empresa.

Em relação às oportunidades e negócios, que são fatores externos e, portanto, foge ao controle da empresa. Neste caso, por exemplo, foca na análise de mercado, concorrentes, fornecedores e todo o ambiente inserido. 

Identificar cada item da análise Swot

Citamos acima que Swot é uma sigla iniciais das palavras, em português, claro, das palavras forças, fraquezas, oportunidades e ameaças. Entenda a seguir como funciona cada uma das características. 

Forças

Quando se fala em forças, na verdade é sobre as atividades ou serviços que sua empresa leva vantagem em relação à concorrência, por exemplo. Em outras palavras, é a vantagem competitiva. E, a partir do momento que as vantagens são identificadas, por meio de uma lista, ficará mais fácil de você ver ou até mesmo potencializá-los. 

Para conhecer os pontos fortes, você deve se questionar ou perguntar para os demais gestores, se for o caso, sobre o engajamento dos clientes, os diferenciais de seu empreendimento em relação à concorrência, no que se destaca e os recursos que oferece.

Com esses questionamentos será possível ter um entendimento sobre a posição da empresa no em seu segmento de mercado. Além disso, você poderá montar uma estratégia baseada em dados e informações concretas e, assim, poderá evitar o achismo. 

Fraquezas

Conhecer os pontos fracos de uma empresa é tão essencial quanto saber os pontos fortes. Até porque é por meio do conhecimento que cada gestor reconhecerá e poderá ajustá-las para que, no futuro, se tornem pontos fortes. Por isso que é importante criar uma régua de qualidade para ir em busca do crescimento de médio a longo prazo.

De forma parecida com os pontos fortes, é preciso também se questionar sobre algumas situações, como o engajamento dos clientes poderia ser maior, sobre a qualificação dos colaboradores e no que (vantagens competitivas) sua empresa fica atrás das demais. 

Em resumo, você deve encontrar os pontos fracos de seu empreendimento/empresa. Encontrar as fraquezas permitirá que você planeje estratégias de amenizar a situação e eliminá-las.

Oportunidades

Como explicado antes, as oportunidades são análises de fatores externos à sua empresa. Isso quer dizer que estão relacionadas a políticas econômicas dos governos, preços de insumos, entre outros. Por isso, dependendo de seu negócio, é essencial a avaliação de pontos que podem favorecer a sua empresa. 

.

Para deixar mais claro, vamos ao exemplo. Imagine que sua empresa é do ramo de alimentos e fabrica café. Com isso, suas perguntas devem ser em relação se o preço do café está em queda, se o café está valorizado fora do país ou se o governo reduziu alguma taxa de importação de alguma matéria prima. 

Ameaças

As ameaças também depende de fatores externos à empresa, situação parecida com as oportunidades. Porém é o contrário, com situações que podem ser negativas. Por isso é importante detectar essas ameaças a fim de que elas não tragam prejuízos. E o conhecimento pode levar a estratégias para se sair bem e as ameaças não se concretizem.

Com o exemplo anterior da fábrica de café, você deve questionar se o preço está em alta, se o café está desvalorizado no mundo, se houve aumento de alguma taxa pelo governo ou se as plantações de café no país sofreram com alguma crise, por exemplo.

Como aplicar?

Por ser uma estratégia de gestão, para implementar a análise Swot é preciso seguir alguns passos de forma eficiente. Isso significa que você conhecer o mercado, principalmente em relação a seus concorrentes diretos. Além disso, elabore uma tabela prática e objetiva para analisar o nicho que sua empresa está inserida.

Você deve listar todos os pontos citados em um quadrante com os quatro aspectos fundamentais separados. Em seguida, dê uma nota de prioridade para cada item, seguindo seu critério e classifique cada item de uma lista de cinco (ótimo) a um (fraco). Depois multiplique a nota pela classificação. Assim você terá um valor x sobre aquele item final. Isso ajudará a ter uma visão de onde focar. 

Passo a passo para a análise Swot

Anote suas ideias e percepções sobre cada item da análise em uma planilha

1 – Pontos fortes (pode ser mais de um)

2 – Pontos fracos (pode ser mais de um)

3 – oportunidades de mercado (pode ser mais de um)

4 – Ameaças para a sua empresa (pode ser mais de um)

Depois disso, estabeleça como poderá potencializar as oportunidades e combater as ameaças utilizando só pontos fortes. Além disso, busque alternativa de como reduzir as ameaças com os pontos fortes.

Lembre-se que é ao utilizar a análise Swot o importante para conhecer bem sua empresa e saber o que está se sobressaindo e prejudicando. Com isso, seu planejamento terá menos chance de dar errado.

Montagem de uma estratégia

Após saber quais são os pontos fortes e fracos, além de oportunidades e ameaças, é preciso criar uma estratégia para minimizar o que tiver de negativo e se prevenir do que pode vir de ruim (ameaças).

Com isso, é possível montar uma estratégia que faça a empresa se consolidar no mercado no médio e longo prazo, além de ajudar no crescimento. Isso sem falar na consolidação no mercado.